Como desenhar melhor: 19 dicas infalíveis de graça

Desenhar é uma arte e toda arte é uma autoexpressão. Por isso, para desenhar melhor é preciso aprimoramento, mas, principalmente, sensibilidade.

Pode ser importante descobrir qual é o seu estilo, mas é fundamental se entregar aos processos de experimentação que fazem parte da sua autodescoberta como desenhista, afinal, qualquer pessoa pode desenhar como forma de expressão.

Sendo iniciante, saiba que todo aprendizado leva tempo e necessita de prática. A paciência e disciplina são qualidades importantes para qualquer um que deseje avançar, mesmo se já desenha bem.

Isto porque não se trata somente da técnica, mas da subjetividade que também será desenvolvida a partir do contato com suas emoções, da observação e elaboração do seu senso estético. Desenhar melhor requer continuidade.

desenho de borboleta e passarinho

Como desenhar melhor em 19 passos

Confira 19 dicas importantes para você aprender a desenhar melhor!

Aprenda também como fazer lettering.

Dica 1 – Confie em você

Seu desenho é único, mesmo que você queira imitar alguém, cada artista vai colocar uma força específica no lápis e vai ter um traço inigualável.

desenho de copo em 3d
(Foto: DeviantArt)

Desenhar é uma expressão pessoal e aquele momento no qual o desenho acontece é também único e intransferível.

Decida o que quer desenhar e desenhe acreditando que é capaz, se não saiu do jeito que você quis, continue tentando ou simplesmente deixe fluir, experimentando novas possibilidades e tipos de traços diferentes.

Dica 2 – Decida o que você quer

Decidir o que você pretende ao desenhar é fundamental, não adianta querer desenhar só porque viu alguém desenhando muito bem, mas na hora de desenhar parece que você não tem nenhuma aspiração.

Motive-se através de um objetivo, pode ser desde alcançar um sucesso e reconhecimento com essa arte, até expressar emoções profundas e abstratas. Você é quem sabe.

Veja algumas técnicas de desenho:

tecnicas de desenho com riscos

Dica 3 – Seja Curioso!

Se a inspiração não vem você pode ir atrás dela. Veja desenhos, técnicas e formas distintas para desenhar e, sobretudo, pesquise sobre artistas e cursos ou oficinas que te interessem.

Há muito material gratuito sobre desenho, pesquise sobre. Ampliando seu conhecimento você pode elaborar os seus princípios e fundamentos básicos para desenhar melhor.

Veja essas dicas para desenhar rosto criadas pelo canal Lazy Arts:

Dica 4 – Trabalhe com proporção

 Se for se interessar por desenhos de humanos, animais e objetos dentro de uma estética mais realista, é necessário perceber critérios para proporção do desenho.

Mas a proporção é uma técnica que pode ser uma aliada para você desenhar qualquer coisa, pois a capacidade de medir proporções potencializa sua observação.

técnica de desenho com proporção

Dica 5 – Ilumine o ambiente

Nada de desenhar no escuro! Parece óbvio, mas algumas pessoas não valorizam o uso de uma boa luminária no momento de desenhar.

Leia a aprenda mais sobre pintura em tela.

Estar atento aos detalhes vai fazer com que você capriche ainda mais no desenho!

Dica 6 – Escolha bem os materiais que vai usar  

 Para tanto, se for iniciante comece com um material básico e evolua. O básico pode ser um lápis, um bloco de papel ofício (sulfite A4), lapiseira, borracha e caneta (pode ser caneta nanquim).

kit de material de desenho para desenhar melhor
(Foto @thecoulsoncollection)

Saiba que a gramatura do lápis e do papel podem interferir em cada traço que você faz, perceba que as pontas mais rígidas do lápis causam maior efeito, enquanto que pontas finas formam traços mais delicados e sutis.

Grafite 0.7mm pode ser uma boa pedida para iniciantes. Mas, você pode fazer um kit básico com três tipos de lápis que provoquem efeitos diferentes, como: lápis HB, 2B e 6B.

De qualquer maneira, é preciso saber o que você quer. Lápis 4B e 6B são usados para efeitos de luz e sombra, além de contornos. No entanto, para contornar ao invés do lápis você pode usar uma caneta.

Dica 7 – Perceba novas descobertas todos os dias

Na medida que vai praticando, veja seus avanços e descobertas. Experimente novos jeitos de desenhar, valorize as novidades e suas conquistas.

Novidades ampliam o repertório, e as conquistas se tratam de aperfeiçoamento daquilo que você já fez anteriormente. Faça o exercício de repetir um mesmo desenho e compare as reproduções.

Nos seus desenhos, perceba as nuances que os diferenciam e as melhorias que você conseguiu fazer em torno dos aspectos que você quis melhorar, como: proporção, tracejado, luz e sombra, contorno, etc.

Dica 8 – Desenvolva o olhar artístico

Com o olhar artístico você vai enxergar detalhes escondidos… treinando sua atenção para explorar o seu imaginário e suas impressões da realidade.

Esse olhar facilita na hora de desenhar, porque o desenho habita na sua imaginação, na sua mente, antes de habitar o papel.

como desenhar melhor com riscos de desenho

Dica 9 – Utilize formas de geométricas

As formas geométricas estão presentes em todos os desenhos, não de maneira literal, mas elas formam uma base abstrata presente em qualquer forma. Para desenhar um rosto, o círculo pode servir de base, por exemplo. A partir dele você afunila, alarga, deixa do jeito que você quer.

como desenhar olho e boca passo a passo

Você pode desenha-las em separado, como uma espécie de treinamento. Repetindo várias vezes o triângulo, o círculo e o quadrado, você estará aperfeiçoando essas formas…

Outro modo é partir para o esboço do desenho, pensando nas formas geométricas que servirão de base.

Dica 10 – Desmistifique a arte de desenhar

Alguns mitos levados a sério provocam bloqueios para quem quer começar a desenhar ou pretende desenhar cada vez melhor.

Esqueça as crenças como: “não posso aprender a desenhar porque não nasci com talento”, “um bom desenho impressiona outras pessoas”, “o melhor desenho é o que se parece mais com a realidade, é o desenho realista”, “tenho dificuldade para desenhar, então isso não é para mim”.

Os mitos sobre o talento, sobre o que é bonito ou feio e sobre a dificuldade ser algo insuperável, precisam ser ignorados, porque não passam de mentiras! Desenhar é um campo vasto e um bom artista desenha o que quer.

Veja um tutorial de desenho para iniciantes com dias de luz e sombras, vídeo do canal Camila Cabral:

 Dica 11 – Exercite a tridimensionalidade no desenho

 Quando se inicia na arte de desenhar é quase que intuitivo, as crianças, por exemplo, já desenham, mas geralmente desenham com linhas que formam um desenho plano e bidimensional.

Para ir para o próximo nível, é preciso enxergar o objeto do desenho como algo além das linhas e ir para o que se chama de formulários.

Esses formulários trazem o efeito de tridimensionalidade nos desenhos. Eles não se preocupam com a linha em si, mas com o lugar onde elas se originam. Basta olhar um objeto e perceber como é diferente a origem das linhas desse objeto a partir do lugar onde você olha.

O formulário te ajuda a pensar no desenho de uma forma espacial mais ampla. Veja o tutorial (está em inglês, mas é possível traduzir pelo Google Tradutor).

riscos para desenhar um tigre

Dica 12 – Faça um aquecimento, exercite-se com repetições simples

Quando se começa a aprender um instrumento, primeiro se inicia o processo realizando exercícios. Esses exercícios são a base para tocar uma música depois, não é?

Com o desenho é a mesma coisa, repita exercícios básicos como se fosse um aquecimento para desenhar algo mais detalhado que venha da realidade ou da imaginação.

Exercícios do canal Desenhando com Mack:

Dica 13 – Melhore a postura e o ambiente

Aqui já se falou da iluminação como um aspecto importante para se estar atento aos detalhes do seu desenho, mas seu estado de espírito é um fator ainda mais importante para desenhar com mais prazer.

Isso significa que estar em um ambiente agradável pode ajudar muito, assim como pensar na forma como você pega no lápis ou se senta numa cadeira. Essas questões afetam o seu cérebro, ainda que você não perceba, sendo que é ele que manda todos os comandos para o seu corpo agir.

Procure estar calmo e tranquilo. Sem pressa, desenhe com prazer, sentado de maneira confortável, de modo que o seu corpo aceite melhor e aproveite todo o processo de aprendizagem. Assim, manter uma disciplina na sua prática ficará mais fácil.

postura para desenhar

Dica 14 – Estude!

Além da prática do ato de desenhar, procure conhecer as teorias. Estude sobre as cores, sobre composição, sobre a vida dos artistas que te interessam.

Busque informações relevantes do campo das artes visuais, compreendendo a diversidade de modos para criar em cima dos materiais que você possui.

Por fim, identifique o que mais te atrai e o que você deseja exercitar na prática. :

Dica 15 – Questões técnicas são sempre úteis

 A sensibilidade é a essência de todo artista, mas a técnica faz com que a subjetividade tenha mais possibilidades para se manifestar.

Aqui, já foi mencionado alguns aspectos técnicos relevantes. Veja agora, em alguns tutoriais disponíveis, duas técnicas (regras) que não podem ficar de fora do seu conhecimento prático.

A perspectiva no canal ABRA:

O efeito luz e sombra no canal da Mariana Cagnin:

Não precisa se limitar a usar as técnicas, basta conhece-las e experimentá-las. Desse modo você cria em cima do que você se identifica e deseja.

Dica 16 – Observe sempre!

Mantenha o estado de observação, observe lugares, pessoas, objetos. Observe tudo! As paisagens e as cenas que se formam.

Ao observar, imagine como você desenharia cada coisa que você enxerga. Perceba as possibilidades e identifique seus desejos.

 Dia 17 – Desenhar é também autoconhecimento

Tudo que foi falado tem muito a ver com se conhecer e se descobrir. Quanto mais você se conhece, fica mais fácil de aprender algo novo ou fazer algo melhor.

O autoconhecimento te ajuda a se aperfeiçoar naquilo que você deseja. Então, antes de tudo se pergunte se desenhar é o que você quer realmente.

Tenha foco e tire de dentro de você todos os esforços necessários para alcançar seus objetivos, com leveza e desprendimento.

 Dica 18 – Não se apegue às expectativas

Sem apego, você evita as frustrações. Às vezes esperar por alguma coisa, é imaginar algo que não é real ainda, não viva apenas com a fantasia, pise os pés no chão e viva o presente.

Não espere agradar a todos, tampouco se apegue as metas que você mesmo traçou. Afinal, se não conseguir alcançar alguma meta, não adianta se frustrar, nada vai mudar assim.

É preciso comemorar todas as conquistas. Comemore suas vitórias e o que você aprendeu durante todo o processo.

Se você se apega até mesmo a um estilo de desenho, acaba desperdiçando oportunidades para encontrar algo que te levará para caminhos surpreendentes e ainda mais legais.

Dica 19 – Seja ousado e não se boicote!

 Para finalizar é preciso ousar! Arrisque-se colocando em prática todas as dicas anteriores e não pare de continuar o seu processo de aperfeiçoamento.

Não paralise diante das suas limitações, afinal, todos possuem limitações. O mais importante é saber o que fazer com elas.

Desenhar é criar e parte fundamental disso necessita de impulso e coragem. A força criativa está no ato inicial, que nasce, cresce e se desenvolve com o tempo.

Desenhar melhor é uma arte.

Veja mais sobre pintura em tecido de rosas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *