Escultura de argila: como fazer passo a passo com dicas

A argila é um material muito versátil, por isso a escultura de argila é uma forma de trabalhar várias habilidades ao mesmo tempo: moldagem e pintura, são as principais.

Dessa forma, constata-se em ambientes terapêuticos e pedagógicos, que fazer esse tipo de trabalho com a argila pode trazer muitos benefícios também para a saúde, além do desenvolvimento da criatividade e da técnica.

Esculpir argila é estar livre para criar formas, com objetivo profissional ou não, qualquer forma é bem-vinda, se a intenção for o aperfeiçoamento na técnica, é importante manter a disciplinar e praticar bastante.

Com o tempo, você vai ser capaz de fazer várias formas e desenhos diferentes, inovando, melhorando e ampliando o seu trabalho cada vez mais.

Logo, em pouco tempo poderá criar lindos artesanatos em argila para decorar sua casa e até lucrar com a venda deles.

(Foto: @saya00a)

Quais materiais usados para criar escultura de argila?

Os materiais principais para fazer uma escultura de argila são: a argila, água, uma esteca e tinta acrílica ou esmalte para cerâmica, para que você possa pigmentar e decorar sua escultura.

modelando a argila
(Foto: @thomasbenech)

Você poderá usar também um molde para que você inicie uma forma de base para começar a modelar o restante.

Há também outros materiais que auxiliam na formação da escultura, como ferramentas modeladoras.

materiais para esculturas
(Foto: @jones_sculptor)

Em casa, você pode encontrar facilmente alguns objetos modeladores, como cortadores de biscoito, pinceis, rolo de massa, para amassar pedaços de argila quando necessário, etc.

A argila deve estar hidratada e quando ela não estiver é necessário o uso de um pouco de água para ajudar na modelagem – use a água com cautela, um borrifador pode ajudar.

Por fim, para quem não sabe, a esteca é um instrumento comprido e estreito, de madeira, que serve para raspar e tirar irregularidades da superfície da escultura quando a argila está quase seca.

A esteca também serve para criar desenhos por cima da superfície da sua escultura de argila, riscando-a, com este instrumento. Veja um vídeo para iniciantes:

Qual o melhor tipo de argila para escultura?

As argilas mais usadas são a cinza e a marrom, à base de água. Você pode comprar a massa hidratada ou comprar o pó de argila e misturar com água.

esculpiesculpirr
(Foto: Pixabay)

As argilas sintéticas (à base de óleo ou cera), não secam nunca e como são eternamente flexíveis são usadas para formar esculturas matriciais ou protótipos, usados como moldes ou com funções de criar efeitos especiais para algum produto audiovisual, por exemplo.

A argila cerâmica é ideal para fazer peças que vão ser levadas ao forno, para sofrerem o processo de queima.

Ideias de esculturas de argila fáceis de fazer

Figuras de animais são bem iniciais para essa técnica, algumas bastante usadas são: pássaros, peixes, gato e cachorro.

Plantas, flores, também são figuras que podem ser feitas com base numa imagem simples, a depender do tipo de flora escolhido.

É comum iniciar também com a feitura de objetos, como: vasos, tigelas, jarras, etc.

bonecos de argila
(Foto: Fundacao de Cultura)
(Foto: @sfijum)
escultura de argila
(Foto: @kieran_mcgill_creations)
elefante
(Foto: @ropakka)

Essas peças podem servir para serem usadas no cotidiano depois de prontas, se forem feitas com argila cerâmica e levadas ao forno.

(Foto: @efachh1396)

Outra possibilidade é treinar o risco sobre a argila, no qual pode ser feito desenhos com a esteca, em qualquer forma básica.

Uma simples forma, com um desenho bem bacana, pode se tornar uma linda escultura de argila!

vaso
(Foto: @g_guarda_e_passa)
peça esculpida
(Foto: Pixabay)
modelagem-artística
(Foto: blog.elo7)
(Foto: Pixabay)
escultura-modelagem-em-argila
(Foto: Pixabay)
escultura
(Foto: @danayounger_sculpto)
escultura modelada
(Foto: @milagrostorresmu)
(Foto: Portal O Dia)
(Foto: Pixabay)
(Foto: @jefersonfuzie)

Como fazer escultura de argila passo a passo

Modelando um passarinho:

passaro
(Foto: Canal Darly Pellegrini)

Coloque uma placa (pedaço grande amassado com rolo de massa) de argila por cima de um molde em formato de cone com base circular e contorne bem.

Você também pode usar um molde redondo (forma de bola), feito com papel de jornal amassado coberto por folha de papel higiênico – umedecendo um pouco essa bola de papel você cria um molde bem legal.

Retire o molde, se puder. No caso da bola de papel, não precisa.

Comece a achatar a ponta, no caso do cone de argila, na base da sua mesa de trabalho você pode dar leves pancadas para que isso aconteça.

Isso vai dar uma base circular e plana para sua escultura ficar estável.

No caso do molde da bola, crie uma base plana na escultura também, se quiser deixa-la estável sobre uma superfície.

Modelando sua peça

Depois é só ir modelando, deslizando os dedos.

No cone, feche a base circular que está virada para cima. Desse modo, você deixa uma abertura na parte da cabeça e vai contornando o rabo do seu passarinho na outra ponta formada.

Se você usar o formato de bola para iniciar, você vai modelando a cabeça e o rabo somando pedaços de argila pouco a pouco.

Se você usou o cone, some um pedaço de argila para fazer a cabeça, tapando a abertura que você deixou.

Depois é só continuar a modelagem dando a forma ideal do passarinho que você quer, ele pode ter um rabo mais curto ou mais comprido, um bico largo ou estreito, etc.

Para fazer as asas, use um rolo de massa para amassar uma placa de argila e corte um círculo, usando um cortador de biscoito, por exemplo.

Detalhes para finalização da sua escultura

Depois corte o círculo no meio e crie detalhes em uma das pontas de cada meio-círculo.

Esses detalhes podem ser feitos usando um outro cortador de biscoito em formato de estrela, utilizando a ponta da estrela para fazer as penas das asas.

Em seguida, é só unir as asas ao seu passarinho de argila, com cuidando e deslizando os dedos. Termine, assim, a sua modelagem.

Quando a argila estiver quase seca, passe a esteca para tirar as irregularidades.

Deixe a superfície da sua argila bem lisinha, e, por fim, decore fazendo riscos e desenhos da sua preferência.

Lembre-se que se for levar a argila ao forno, você deverá deixar um furo na base para que a argila não crie pressão de ar por dentro e estoure durante a queima.

Lembre-se também que a queima não pode ser feita forno comum de cozinha.

No mais, para a decoração da sua escultura de argila, use também tintas acrílicas para o acabamento.

Veja aqui o passo a passo do Atelier Darly Pellegrini – Cerâmica de Alta Temperatura

Passo a passo molde de bola de papel do Atelier Darly Pellegrini – Cerâmica de Alta Temperatura:

Como pintar escultura de argila?

Certifique que sua argila está bem seca, algumas argilas para serem pintadas necessitam da queima antes, em um forno especial (verifique as instruções na embalagem da argila que você comprou, a depender da marca isso pode variar).

pintura em argila
Foto: Groupon

Passe um pano úmido, para tirar sujeira e poeira da superfície.

Espere secar totalmente e se quiser, em seguida, passe um outro pano seco.

Forre a superfície de base, a mesa, o chão, o que quer que seja, com jornal ou plástico de sua preferência para protege-la.

Vários materiais podem servir para a pintura, ou seja, servirão de revestimento, pigmentado ou não, como tintas acrílicas, resinas, vidrados, etc.

A tinta acrílica é a ideal para pintar argilas que não, necessariamente, passaram pela queima.

Use um primer antes de passar a tinta para garantir maior aderência, se quiser.

Outra dica: pulverize um selante de tinta no final, para evitar possíveis rachaduras e outras avarias na sua escultura de argila.

escultura de argila colorida
(Foto: @casavivebrasil)
escultura-de-argila-mulher-baiana
(Foto: Mercado Livre)
(Foto: @gillprendergast)

Escultura de argila para escola

A argila para escola pode ser a mesma usada nas esculturas profissionais.

Argilas sintéticas e plastilinas (massas de modelar), podem servir para as crianças terem uma noção inicial de modelagem, antes de usarem a argila natural à base de água.

Dessa maneira, a metodologia vai depender de cada turma e dos educadores que querem inserir essa técnica no seu processo pedagógico.

argila com crianças

O uso das tintas para pintura pode ser um processo mais simples.

As tintas guaches são excelentes para trabalhos desse tipo, dentre outras menos tóxicas e fáceis de conseguir.

Comece com esculturas fáceis de fazer e desenvolva um processo artístico buscando manter a harmonia, a colaboração mútua e o desenvolvimento criativo como foco na sala de aula.

Escultura de argila na educação infantil

Para usar a argila com as crianças, é preciso forrar a mesa com jornal ou capa plástica para que possa proteger a superfície da água e das tintas (se forem usadas), principalmente.

(Foto: Pinterest)

Faça com que o ambiente fique o mais confortável para elas, organizado e limpo.

Coloque somente os materiais necessários em cima da mesa: argila e água. Com o tempo você pode inserir outros materiais, conforme achar necessário e adequado.

Comece com formas que recorram apenas a um pedaço de argila, sem que seja necessário acrescentar outros pedaços.

Com uma bola de argila, por exemplo, é possível fazer formas simples de animais, como galinhas e peixes.

Foto: Evimin Altın Topu)

Faça com que a criança brinque com o material, procurando moldá-lo de acordo com uma forma concreta.

Controle o uso da água e esteja atento(a) às necessidades de cada criança.

Ensine o passo a passo, para que a turma tenha uma noção, mas não exija que as crianças cumpram com perfeição, tampouco exija que elas obedeçam fielmente às regras do processo.

Deixe uma parte desse processo de aprendizagem voltado para liberdade criativa das crianças.

Como endurecer e secar a argila corretamente?

A argila natural seca com o ar, por isso o método mais comum é a secagem natural que varia a depender do ambiente onde se está criando a escultura.

Na secagem industrial usa-se câmaras secadoras, um processo de secagem rápida com ar quente.

No mais, enquanto estiver trabalhando e modelando é importante deixar sua massa hidratada, sem molhar as mãos, usando apenas um borrifador quando necessário e sem molhar demais a argila para que ela não perca a consistência.

Você também pode usar um plástico para cobrir a argila e manter a umidade.

Essa hidratação é o que faz a argila continuar maleável, com o passar do tempo a água evapora e a massa fica seca.

Já para transformar argila em cerâmica é preciso fazer o processo de queima, levando a escultura de argila a um forno especial, onde a primeira queima se faz em 900ºC.

A segunda queima é feita depois de pintar, fazendo um revestimento na escultura, e, ela acontece aproximadamente em 1280ºC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *