Base de Corte para Artesanato: qual a melhor, tipos e modelos

tipos de base de corte

A base de corte para artesanato é também conhecida como placa ou manta de corte.

É uma ferramenta relativamente maleável para aumentar a precisão dos cortes que podem ser feitos em diversos materiais.

Alguns dos materiais mais usados para artesanato que, muitas vezes, necessitam de cortes durante uma produção artesanal, são os tecidos, papéis e outros, como EVA e feltro.

qual a melhor base de corte
Foto: Happytech

A base de corte busca auxiliar nos procedimentos de corte, dos mais fáceis aos mais complexos. Por isso, existem diferentes modelos e tamanhos no mercado, para suprir necessidades específicas, conforme as técnicas e materiais utilizados.

Essas placas são os instrumentos mais adequados para os procedimentos de corte em trabalhos manuais como encadernação, scrapbook, cartonagem, marchetaria e patchwork. Então, conheça um pouco mais sobre essa ferramenta para deixar a sua produção muito mais prática.

Tipos de base de corte para artesanato mais usadas 

Em geral, as bases de corte se diferenciam em formato, material, tamanho, medidas e cores.

Elas podem ser redondas, quadradas ou retangulares, podem possuir cores padronizadas que estão relacionadas ao seu tamanho e, comumente, são feitas de plástico.

base de corte para artesanato
Foto: WTOP

A principal diferença está na quantidade de camadas que possui, para deixá-la mais ou menos resistente, e a qualidade do plástico utilizado na sua composição.

Isto também vai definir se a base será mais ou menos adequada para suportar a pressão de determinados cortes. Veja, a seguir, alguns modelos mais usados:

Base de corte Fabric Grip

Essa base é feita com materiais mais rígidos (fortes e densos) para suportar intensas pressões de corte.

Os cortes, nesse caso, podem estar associados ao uso de lâmina rotativa, permitindo, por exemplo, uma máquina realizar cortes sem o uso de um estabilizador. 

O que é base de corte
Foto: Casa da Arte

Base de corte Light Grip Multiuso 

A base de corte da Light Grip Multiuso, serve para materiais mais leves, o que inclui o papel comum e papel especial para escritório.

Assim, o corte de cartolinas pode ser realizado também, sendo interessante para diferentes técnicas para quem está começando, como encadernação e cartonagem.

Qual o material da base de corte
Foto: Paint Color

Base de corte Strong Grip 

Essa base é a mais duradoura, contendo tecnologia adesiva de vida útil, dupla face e uma robusta superfície.

É adequada para materiais pesados, como cartolinas bastante densas, cartões, tecido com reforço e também alguns tipos de madeira de baixa espessura. 

Base de corte Strong Grip 
Foto: Paint Color

Tamanhos 

Os tamanhos mais comuns são o A1, A2 e A3, enquadrando os tamanhos de papéis já conhecidos. No entanto, lembre-se que existem diversos tamanhos disponíveis em lojas para artesanato.

A1 (90cm x 60cm) 

Esse tamanho é o mais indicado para quem quer produzir mais, especialmente, para quem já está acostumado em utilizar placas de corte durante as produções.

Ela é maior e mais prática, atendendo à uma maior quantidade de demandas que se apresentam no cotidiano.

A2 (60cm x 43cm) 

Serve para quem está mais envolvido com as práticas artesanais casualmente, pois não é útil para produções em massa e, sim, para produções personalizadas e em menor frequência.

Com ela é possível desenvolver trabalhos diversos, sem a necessidade de suprir uma alta demanda, pois trata-se de um tamanho intermediário.

A3 (35cm x 45cm) 

Esse tamanho menor é útil para quem está iniciando no uso das bases de corte. Contudo, se o intuito for fazer artesanatos, por hobby, essa também é a escolha ideal.

O tamanho A3 é suficiente para necessidades mais simples e para dar o primeiro passo na prática de cortes em papeis e tecidos.

Para que serve uma base de corte?

As tradicionais bases de corte oferecem condições adequadas para corte de materiais, como papel, cartolina, tecido e EVA.

Para que serve
Foto: The Spruce Crafts

Elas contam com materiais resistentes e maleáveis para uso de canivetes, estiletes e máquinas de corte. Pode, então, ser utilizada como uma ferramenta auxiliar para trabalhos em patchwork, scrapbook, cartonagem e muito mais.

Além disso, serve para proteger o seu móvel ou qualquer outra superfície, de rasuras e fissuras, preservando também a ferramenta de corte utilizada. 

Que tipo de material é usado para fazer uma base de corte? 

Geralmente, as bases de corte são compostas por PVC, um tipo de plástico resistente com capacidade de se regenerar de cortes superficiais.

modelos
Foto: Joom

As mais recomendadas, entretanto, são as que possuem também bases maleáveis e com aspecto de emborrachadas, pois oferecem mais durabilidade e precisão nos cortes.

A textura mais plástica e rígida na superfície, não é a mais recomendada, contudo, ter acesso a essa informação pode ser um pouco difícil. Afinal, esses dados são, frequentemente, ocultados pelos fabricantes.

Dessa maneira, o ideal é consultar sempre as avaliações dos usuários e consumidores ou investir em bases de corte que já são reconhecidas no mercado. 

Quais atividades mais utilizam bases de corte? 

A base de corte é muito usada em encadernação, cartonagem, produção artesanal em EVA, marchetaria, patchwork e scrapbook.

Com isto, uma base de corte ideal para as suas demandas, pode transformar um hobby em uma atividade muito rentável no futuro.

As atividades, quando se tornam mais práticas e fáceis de fazer, ficam ainda mais prazerosas e, assim, o aprimoramento em diferentes técnicas se torna mais perceptível.

Melhor base de corte para artesanato 

A melhor base de corte para artesanato possui algumas características para durar mais e deixar os cortes mais práticos e precisos.

base de corte para artesanato 
Foto: Aliexpress

A primeira delas é o tipo de material usado na sua composição. Com isto, sempre procure por uma base de corte feita de plástico resistente, dispensando as resinas plásticas mais frágeis.

Uma ferramenta frágil pode ser uma opção para os iniciantes se desenvolverem na prática, mas não são usadas a nível profissional. Sendo assim, outra característica é a sua qualidade maleável, para isso, a superfície das placas de corte precisam ter uma textura emborrachada.

De outro modo, quando são muito rígidas na superfície, perdem essa característica e se tornam limitadas.

Por fim, a base também precisa de uma dupla face para ser uma ótima opção para quem trabalha muito. Até porque, quando uma parte estiver bastante desgastada, basta virá-la e usar o verso da ferramenta.

Além disso, a melhor base de corte para artesanato, é também aquela que se adequada ao tipo de trabalho a ser realizado, conforme os tamanhos e modelos disponíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *