Ponto cheio passo a passo: como fazer lindos bordados com ele

O ponto cheio é uma técnica muito antiga do bordado, feita em linhas retas para preenchimento de diversos desenhos, dos mais simples aos mais complexos (com curvas e minuciosos detalhes, por exemplo).

É possível usá-lo em desenhos de animais, flores, pessoas, objetos, palavras, figuras geométricas, figuras simples, como corações, e muito mais.

Ele proporciona uma sensação de relevo e é adequado às pequenas áreas, pois é necessário que as linhas permaneçam juntas, uma ao lado da outra, para criar o efeito de preenchimento sem vazamentos ou falhas.

bordado em ponto cheio de flores
Foto: @moodygreenembroidery

Sua execução é fácil e não necessita de muita experiência para poder ser desenvolvida, porém, o ideal é começar pelos desenhos simples em riscos feitos livremente por você ou através de moldes impressos.

Como bordar ponto cheio passo a passo

Aprenda a fazer o ponto cheio de maneira simples, começando por figuras geométricas.

Faça o riscado e cubra com linha, se achar necessário. Se for usar uma figura circular, comece pelo centro.

bordado em ponto cheio figura geometrica
Foto: @anajuliavolpi

Entre por cima e saia por baixo, fazendo várias linhas uma ao lado da outra. Procure não deixar espaços e faça isso até cobrir a figura.

Provavelmente, será necessário fazer parte por parte de um mesmo desenho, especialmente se ele tiver um contorno bem mais elaborado.

Por exemplo, no caso do círculo, faça uma metade e depois faça a outra metade, porque o ideal é começar pelo centro.

Mas, no caso de um quadrado, fica mais fácil começar pelas laterais e cobri-lo seguindo a continuidade da figura.

No final, basta arrematar por trás. Vale lembrar que todo o bordado é de trás para frente e os nós ficam escondidos.

Veja como fazer nesse passo a passo do canal Transbordando:

Bordado ponto cheio para iniciantes

Para figuras de formas circulares, é recomendável fazer contornos usando linhas comum. Esse contorno será escondido pelo bordado que ficará por cima, criando um relevo.

Isso é uma dica para facilitar o bordado de figuras sinuosas, porque em linha reta é naturalmente mais fácil dar continuidade com o bordado em ponto cheio.

Em todas as circunstâncias, o ponto cheio no bordado é feito em linhas retas e, por isso, às vezes é preciso fazer pequenos pontos, ou seja, linhas minúsculas.

Pegue a prática com figuras geométricas ou figuras simples, como corações, estrelas e balões.

Pouco a pouco, aumente o grau de complexidade. Porém, atente-se para o tamanho da área que será trabalhada, pois o ponto cheio não é adequado para áreas muito grandes.

bordado ponto cheio flores
Foto:@elianazerbinatti

Quanto maior o espaço, maior a possibilidade de surgir falhas.

Analise também se é melhor usar linhas na vertical o na horizontal, antes de começar, pois não poderá mudar de direção depois.

Sobre os materiais, verifique se o tecido suporta o bordado e se o bastidor é adequado ao tamanho do desenho.

tutorial ponto cheio
Foto: @flossandhoopembroidery

Tecidos para bordar ponto cheio

O tecido vagonite é ótimo para iniciantes porque possui a trama bem definida em relação aos espaços de cada ponto.

Outros tecidos bem utilizados são: cânhamo, étamine, juta, talagarça, cambraia e linho.

A depender do bordado e do grau de experiência é possível usar também a seda e o algodão, sem problemas.

camiseta bordada
Foto: @anaclara.bordou

Bordado ponto cheio riscos

Para fazer os riscos no bordado em ponto cheio, é possível imprimir desenhos prontos e contorná-los, principalmente se não tiver habilidades com desenhos manuais.

Às vezes para compor um único desenho é preciso vários moldes.

Riscar a área do bordado é o primeiro passo para começar, depois ainda se pode fazer um contorno com uma linha de costura comum antes do bordado.

riscos para bordado ponto cheio
Foto: @wolfratsen

Mas procure fazer ou usar riscados de tamanhos pequenos e medianos para evitar que o ponto cheio crie espaços.

O desenho também pode ser feito livremente por você, com ou sem o auxílio de objetos cotidianos e/ou materiais de desenho, como a régua e o compasso.

Bordado ponto cheio para bebês

Como o ponto cheio é ideal para preenchimentos de pequenas figuras, as peças de bebês são ótimas opções para este ponto preencher detalhes e desenhos singelos.

Toalhinhas, fraudas e roupas, ficarão enfeitadas e coloridas com o bordado em ponto cheio que dará vida e alegria através do seu efeito.

Até mesmo o nome do bebê em uma letra estilizada pode ser suficiente para deixar a peça fofa e sofisticada.

body em ponto cheio
Foto: @artes_da_milena

Dicas para bordar ponto cheio de letras

As letras simples até as mais estilizadas para bordar em ponto cheio, devem ser minimamente grossas, tendo espaço suficiente de preenchimento com linhas retas.

bordado com letras em pano
Foto: @artes_da_milena

Elas não precisam ser retas e podem ser bem ornamentais, contanto que o ponto cheio continue como um ponto reto em linhas.

Se forem letras sinuosas comece pela parte central e finalize pequenas partes até obter o preenchimento completo.

 

mnonograma letras alfabeto ponto cheio

Todos os arremates ficam por trás do tecido e as linhas seguem na mesma direção.

O ponto cheio é simples, mas precisa de atenção para não criar espaços e vazamentos. Afinal, o efeito é de preenchimento, dando cor e não somente contornando as figuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *